Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2014

MINHA HISTÓRIA 34° - PARTE - VIVENDO UM INFERNO PARA VENCER O INFERNO

Imagem
Encontrei alguém para me empurrar para luz, a “maldita voz” levantou outro obstáculos, meu ex, passou a fazer vigília na minha porta manifestado me ameaçando de morte e de invadir minha casa a qualquer momento. Até que ele consegui entrar um dia. Eu estava sentada na cama lendo a Biblia, sem entender muita coisa. 
Com muito medo dele que me disse que eu não ia ficar nessa Igreja e que ficaria muito doente e que eu nunca iria viver sem ele. Eu estava com muito medo dele, corri para o banheiro me ajoelhei e comecei a pedir a Deus que tirasse ele da minha casa. Ele começo a bater em minhas costas e quanto mais ele batia mais eu orava.... até que ele gritou mandando eu calar a boca com a mão no ouvido e saiu de dentro da minha casa.
Desse dia em diante comecei a passar fome, muita fome, meu salário parou de sair, e tudo foi se acabando, não tinha a que pedir, minha família tinha ficado contra a minha escolha em ter ido para Universal e se eu fosse pedir ajuda a eles o que eles falariam? Entã…

MINHA HISTÓRIA 33° - PARTE - ARRASTADA PELA LUZ

Imagem
Passei ter crises fortes de depressão, chegava da Igreja e manifestava com a maldita voz, gritando que nunca mais sairia de casa e cima daquela cama, a maioria das vezes isso acontecia sexta-feira, na tentativa frustrada de me impedir de buscar a Deus aos domingos. Ficava dentro de casa de 3 a 4 dias, sem comer sem beber e sem tomar banho em cima da cama com a casa toda suja, mas a Obreira que se aproximou de mim, que se antecipou em saber onde eu morava antes de eu sumir.
Numa dessas crises a obreira apareceu por volta de 11 horas da manhã de domingo, vestida com um uniforme de blusa branca e uma saia azul, a “maldita voz” falava incisivamente para eu não levantar e nem abrir aporta. Até que algo mais forte me levantou e eu abri a porta a “maldita voz” começou a xingar ela e mandando eu matar ela. A obreira entrou, cozinhou para mim, limpou minha casa, e me obrigou a tomar banho e me levou para igreja. 
Eu fui andando manifestada com a “maldita voz” xingando ela toda e sem conseguir abr…

MINHA HISTÓRIA 32° - PARTE - ARREPENDIDA E POSSESSA

Imagem
Resolvi ir para Igreja, cheguei lá umas 10 horas da manhã, com uma maquiagem bem forte no rosto, uma blusa preta de renda muito decotada mostrando as maças do meu seio e com uma calça jeans muito apertada e sensual, com uma salto preto...  Cheguei no final da reunião. A obreira veio em minha direção me olhou surpresa porque nunca mais tinha me visto vestida assim. Contei tudo para ela, detalhes de tudo que tinha feito naquela madrugada e também falei para ela o quanto eu tinha me arrependido de tudo o que tinha feito, disse que queria me batizar novamente, ela me encaminhou ao pastor e ele me batizou novamente e me disse: Vá e não peques mais... Naquele dia eu encontrei algo que fez toda a diferença na minha conversão, encontrei o arrependimento sincero em meu coração, naquele dia, tive nojo de tudo que eu tinha feito, senti-me envergonhada diante de Deus, e tudo que eu queria era me livrar de todos os meus pecados.
Eu me ajoelhei no banheiro, ainda vestida com o roupão de batismo e fiz…

MINHA HISTÓRIA 31° - PARTE - SEDUZIDA PARA O INFERNO

Imagem
Em uma dessas madrugadas tormentos e pressões da “maldita voz” na frente do computador, voltei a ver pornografias e cai em tentação novamente.... A “maldita voz” fez questão de me lembra de uma passagem bíblica...
Você já pecou, você olhou a foto, desejou que diferença faz agora para você? O que você fez é a mesma coisa de se prostituir. Então porque ficar ai morrendo de vontade e não fazer nada? Liga, liga para ele, a imagem do rapaz veio certinha em minha mente..... e foi exatamente o que fiz......
Foi a pior coisa que fiz depois de ter ficado livre a 6 meses.... falei o que queria fazer e o rapaz lógico, prontamente aceitou e me fez ir até onde ele estava a uma hora e meia de distancia... mesmo assim eu fui... fui em busca do que eu mais queria naquele momento, sem perceber eu estava fazendo um sacrifício, arriscando a minha vida para obedecer a “maldita voz” e satisfazer a minha vontade. Era 22 horas quando eu sai de casa.....
As vezes o que Deus quer de nós é uma coisa tão simples, m…

MINHA HISTÓRIA 30° - PARTE - O PREÇO DA RENÚNCIA

Imagem
Quando eu desci do carro, a “maldita voz” começou a me lembrar dessa boa vida e a me fazer pensar como eu conseguiria viver sem tudo aquilo que eu estava acostumada?
Fui chorando não somente pela dor de perder uma pessoa que achava que amava, mas por agora está sozinha nesse mundo, eu ainda não tinha conhecido Jesus de verdade, eu apenas sabia que Ele existia, por mais que Ele dissesse que estava comigo, eu não conseguia acreditar, tive muito medo, naquele dia, mas estava decidida a tudo pela minha vida transformada.
Desse dia em diante tudo passou a dar errado, meu salário ficou preso, esse rapaz começo a me perseguir e a me ameaçar de morte, meus familiares todos viraram as costas para mim, ninguém podia me ajudar, ninguém, só Jesus e eu tinha que aprender a confiar Nele.
 Comecei a passar fome, sem dinheiro, sem amigos, sem familiares, esse rapaz aparecia me oferecendo ajuda, agora ele disse que não me tiraria mais da Universal, bastava eu voltar para ele, apenas. Mas eu sabia que se …

MINHA HISTÓRIA 29° - PARTE - A ESCOLHA

Imagem
Fiquei confusa, sem saber o que fazer, queria Deus, queria sentar à mesa com Jesus, queira o Espírito Santo, mas como poderia me livrar do pecado? Continuei indo para Universal como sempre ele foi me buscar. Nesse dia ele estava com muito ódio, permaneceu calado o tempo todo, estava de uma forma que eu nunca vi, fiquei observando ele até que ele começou a dar murros no volante e a gritar que ia me perder, que não queria me perder, mas que estava me perdendo, tudo por causa dessa igreja. Eu sem saber que era a “maldita voz” quem lutava por mim, beijei ele e disse que não ia me perder. Ele freou o carro bruscamente e gritou: Ou eu ou a Universal? Calei-me por alguns segundos, refletir por um tempo e ele gritando desesperadamente dizia: vá para qualquer igreja que eu vou contigo, menos a Universal, citou ate nomes de algumas que não vem ao caso agora. E um filme da minha vida passou naquele momento, as noites de insônia que eu tinha vencido, a tristeza profunda que não morava mais dentro d…