Jesus transformou meu caráter...saiba mais...

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

MINHA HISTÓRIA 22º PARTE - APAIXONADA POR MIM MESMA

Meu casamento não servia mais para nada, apenas nos víamos alguns minutos por dia. O desejo por mulheres ia aumentando, mas não aceitava isso, sabia que esse desejo era contrário a natureza de Deus. A “maldita voz” me convenceu de que se eu alimentasse esse desejo não era a mesma coisa de por em prática, e que era prazeroso. Aos poucos fui abrindo a guarda e passei a ver fotos na internet de mulheres e sonhar em elas como objeto de prazer, passei olhar os detalhes do corpo das mulheres na rua e a desejar-las. Em paralelo me sentia nojenta, envergonhada, ficava muito triste e queria morrer para não me tornar o que a “maldita voz” queria que eu fosse...
Um dia olhando-me no espelho manifestei novamente com a “maldita voz” ela me fez olhar cada detalhe do meu corpo, da mesma forma que eu olhava a das mulheres na rua e confessou o enorme desejo que ela tinha pelo meu corpo. Era como se eu estivesse desejando a mim mesma. Fiquei muito confusa nesse dia, a “maldita voz” declarou o “amor” que ela tinha pelo meu corpo e como ela me queria para sempre....como era glorioso para ela me ter... eu era um troféu em suas mãos.... e de muito valor!
Achei tudo isso estranho mas logo me distrai com pensamentos e desejos e esqueci. Sempre pensava naquele dia eme perguntava: Como eu poderia ter tanto prazer em ser dona do meu próprio corpo?
O mais assustador é que a “maldita voz”, trabalha de uma forma que nos convence que somos nós mesmo que pensamos tudo isso, eu me achava o pior ser humano da face da terra porque achava que aqueles horríveis pensamentos eram meus e que tudo que eu fazia vinha de dentro de mim, que eu era uma criatura podre de nascença. 
Vivi pouco tempo na pureza..., minha pureza foi violada com apenas seis aninhos... desse dia em diante não soube mais o que era ser criança feliz e chia de graça, tudo que fazia girava em torno das vontades da “maldita voz”....
Tornei-me intima da “maldita voz", mas o que eu queria mesmo era ser eu, buscava no meu ser uma razão para ser eu, um espaço onde eu pudesse me encontra e me encaixar como um ser humano normal e ser feliz. Nunca encontrava a Aracele que queria ser, ela estava perdida nas podridões da "maldita voz"...
Comecei a ficar mais dissimulada ainda, mais mentirosa, mais sínica, e mais pertubada, vivia em função do meu corpo, frequentava academia, cuidava dele como se fosse a coisa mais preciosa que eu tinha.
Passei a fazer loucuras..., passei a fazer coisas que nunca pensei em fazer, não tinha medo de andar pelas madrugadas, não media esforços, não tinha tempo ruim, e nem muito menos distancia, a única coisa que me importava era servir a “maldita voz” que eu achava que era as minhas vontades.
Passei a fazer coleção de peças intimas, a maioria delas vermelhas, as guardava com carinho e cuidado, só as usava quando a “maldita voz” mandava.
Eu  não sabia, mas minha coleção era a coleção das pombas giras que estavam em minha vida. Sempre que as vestia, me transformava. As vezes as minha amigas ia em minha casa e eu costumava presenteá-las com essas peças, passando a maldição sem saber, achando que eu estava agradando-as... A cada peça que eu presenteava...a “maldita voz’ gargalhava dentro de mim...
Um dia antes de eu publicar esse post, encontrei o rapaz que foi usado pela “maldita voz” para roubar minha pureza aos seis anos... olhei bem em seus olhos, ele ficou tranqüilo, parecia que meu olhar na fazia diferença nenhuma. Uma jovem com idade média de 10 a 13 anos sentou ao meu lado, olhando sempre para as perninhas dela, meio que desconfiada, isso me chamou a atenção. Comecei a observar-la e percebi que os traços do seu rosto era igual ao do rapaz que abusará de mim... e fiquei a pensar, será que ele faz isso com a sua própria filha?

Não consegui sentir nenhuma raiva dele, apenas amor por ele e pela aquela criança... amei a alma dele e orei por eles..., porque cedo ou tarde o pecado vai apodrecer os ossos dele.... se ele continuou ou não, não sei, só sei que a minha vontade era dizer para aquela criança que ela não estava só que Jesus podia ajudar-la e livrar ela dessa situação, mas calei-me... afinal eu poderia causar uma situação muito difícil para mim e para a família dela .... Mais eu creio que se ela estiver sofrendo o que eu sofri, Deu vai dar um jeito de colocar-la em meu caminho e eu vou fazer de tudo para ajudar-la.

Se você está sendo vitima de abuso, ou foi e isso lhe trouxe uma consequência e tudo o que mas quer é ser livre disso. 

BUSQUE AJUDA!!!
QUANTO MAIS VOCÊ ESCONDE ISSO MAIS VOCÊ SOFRE...

Você pode começar indo numa Universal mais próxima de você e pedir ajuda!

NÃO DEIXE A MALDITA VOZ ROUBAR SUA ALEGRIA COMO ROUBOU A MINHA DURANTE 28 ANOS....

Já estou nos posts, finais.....continue acompanhando essa triste história que tem um alegre final feliz.....

Nenhum comentário:

Postar um comentário