Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

MINHA HISTÓRIA 19ª – PARTE - PODRES PELO PECADO

Imagem
Nos entregamos loucamente um ao outro, (coisa diabólica mesmo) a “maldita voz” matou dois coelho com uma cajadada só. Conversando com ele, descobrir que ele era noivo e que era cristão, mas saiu da igreja para ficar comigo, fiquei mal naquela noite, minha consciência pesou, mas a paixão era desenfreada..., pior do que eu sentia pelo traficante. Nem eu e nem ele lembrávamos de Deus, apenas dos nossos desejos. Desse dia em diante me tornei pior do que já era. Deus foi apagado completamente do meu interior. E quando Ele tentava falar comigo, Eu o desprezava. Passei a andar manifestada o tempo todo com a “maldita voz”, era horrível, mas eu achava que não tinha mais jeito...Os momentos em que estávamos juntos, sempre me perguntava o que eu estava fazendo ali? Eu tinha um filho e era casada, não era isso que eu queria. Por várias vezes tentei fugir, mas logo era presa pela “maldita voz”: não tem mais volta, você não ama seu marido, ele na te completa...você não pode mais voltar a traz....e …

MINHA HISTÓRIA 18ª - PAIXÃO DIABÓLICA

Imagem
Estava sentada no pátio da escola, distraída, quando um rapaz se aproxima de mim. Ele declarou está interessado por mim e queria “namorar” comigo, nossa, naquele dia a sensação que tive é que eu tinha ganhado na loteria, era como se eu esperasse por isso a vida inteira.(foi assim que a “maldita voz” me fez sentir). Eu até esqueci que eu estava indo para Universal.  Mas Deus não queria me perder mais..., logo veio no meu pensamento... e a Igreja?  Sem pensar duas vezes respondi: deixa pra lá!! O que eu não posso é perder essa oportunidade!!! O rapaz era aquele que eu não tinha conseguido conquistar para a “maldita voz”. Me entreguei a minha nova paixão, dessa vez com mais intensidade, e logo marcamos para sairmos, e assim aconteceu. Quando eu chegava ao local combinado, veio um pensamento: Não adulterarás! Você sabe que é pecado! Respondi: Não posso perder essa oportunidade! A “maldita voz” não me fazia ver mais nada além do prazer em possuir aquele rapaz. Eu não consegui ver mais nada …

MINHA HISTORIA 17ª PARTE – APRISIONADA PELA "MALDITA VOZ"

Imagem
Continuei estudando, mudei de escola, e nunca mais vi o traficante, a paixão tinha sumido (tudo muito rápido, coisa diabólica mesmo), queria me concertar, mas não conseguia, porque a "maldita voz" morava dentro de mim e eu não sabia. Fiquei um tempo sem trair meu esposo, mas os sonhos com os espíritos continuaram, as relações sobrenaturais ficavam cada vez mais forte.
Quando meu filho fez quatro meses, caiu de uma altura de um metro e meio mais ou menos, sobreviveu; com sete meses pegou uma bactéria e foi desenganado e quase veio a óbito, uma oração de fé de minha mãe o salvou, com 10 meses pegou uma bactéria na garganta, que dava febre altíssima e convulsões. E assim ele foi crescendo em meio a enfermidades e a acidentes horríveis e questionantes, é como se alguém o conduzisse para o perigo o tempo todo... O mais assustador foi quando ele se jogou na direção de uma carro em alta velocidade, eu consegui segurá-lo por questão de milímetros do pneu. Ele dizia o tempo todo: Mamã…