Jesus transformou meu caráter...saiba mais...

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

MINHA HISTÓRIA 9ª PARTE - NOVA VIDA DENTRO DO INFERNO


Fiquei grávida, fiquei desesperada, achei que meu mundo tinha desabado, o medo de descobrirem o que eu estava fazendo era maior do que a responsabilidade de por um filho no mundo e construir uma família com apenas 16 anos. Creio que esse é o pensamento de todas adolescentes que engravidam; é se descobrir diante da sociedade, e assumir que não é mais aquela menina pura que as pessoas se orgulhavam de conhecê-la, e de enfrentar seus pais assumindo seu erro e sendo humilde para admitir que eles tinham razão. Mesmo ela sendo a pior criatura, a aparência é tudo para uma adolescente, ela quer sempre ter razão e passar a mensagem que é feliz.

Comecei a tomar remédio para abortar, tomei várias coisas, mas mesmo assim a barriga foi crescendo. Comecei a me sentir feia, toda a minha sensualidade, vaidade e beleza, tinha ido embora, aos meus olhos, agora todos sabiam quem eu era. Foi horrível. Minha mãe logo percebeu e tratou de mandar eu casar e ir embora porque na casa dela eu não ficaria como mãe solteira.

Quando completei seis meses de gestação, entrei em trabalho de parto e a criança morreu. Todos achavam que o aborto tinha sido espontâneo, mas na verdade, foi conseqüência dos remédios que tomei no início da gravidez, eu escondi isso de todo mundo até hoje.

Meus familiares não sabem da terça parte do que vivi, mas depois que decidi abrir para o mundo a minha terrível experiência, com o objetivo de provar para 
você que pensa que não tem jeito,
que você tem jeito sim! E para alertar as jovens que pensam que estão no controle da suas vidas e deixam “uma maldita voz” ditar seus passos, e principalmente desmascarar essa “maldita voz” que na verdade é um demônio que se disfarça de pensamentos para falar na mente das crianças até que se tornem adultas. Agora meus familiares sabem o que eu era. Eu me envergonho do que fui, mas venço esta vergonha quando lembro das pessoas que ainda estão nessa condição e não sabem nem por onde começar para mudar suas vidas.

Com apenas 16 anos, ter que passar por toda aquela dor e sofrimento, me fez desejar mais ainda a morte. Eu podia sentir a criança lutando contra a morte dentro do meu ventre. Ele ficava quietinho, mas quando vinha a contração ele corria de um lado para outro no meu ventre, como se estivesse tentando desviar do sentido que o meu organismo levava, para baixo. Isso me deixava desesperada, sabendo que eu tinha provocado aquilo, as pessoas se comoveram com minha situação, porque não sabiam da verdade, mas minha consciência sabia o que eu tinha feito. Chorei muito por muitos dias, mas logo a “maldita voz” começou a me mostrar os benefícios desse aborto, eu tinha ficado mais forte, meu corpo tinha as curvas mais definidas, e assim eu tinha ficado melhor e ainda tinha me livrado de um bebê que tomaria muito o meu tempo. Eu estava livre e linda, pronta para atacar!

Mesmo em recuperação, voltei a ser mais sensual ainda, vestia roupas mais curtas, e tinha olhares mais profundos, andar mais encantador e era mais sedutora que nunca, quase irresistível, mesmo não sendo dona de uma beleza física excêntrica, passei a ser "rainha" do local onde chegava.

Após a minha recuperação, casei com meu namorado, e fui viver uma vida de casada, carregando todas as minhas bagagens interiores, traumas, pensamentos, medos, e desejos obscuros.


Continuei frequentando bailes funk e festas de largos, agora com mais moderação porque ele me controlava.

continua.....


NÃO DESISTA BUSQUE AJUDA!!
VOCÊ VAI CONSEGUIR!!
DEUS É CONTIGO

Aracele na fé e servindo eternamente.....

Nenhum comentário:

Postar um comentário