Jesus transformou meu caráter...saiba mais...

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Serie Morrer para Nascer - Primeira Parte

Confesso que quando cheguei a Universal, era uma pessoa fraca derrotada e me sentia o pior ser por conta das coisas que tinha dentro de mim. Meus pensamentos e vontades eram voltadas para meus prazeres e destruição da minha moral e vergonha do Deus que tinha me criado.

Lembro-me do dia em que meu interior foi transformado,  foi uma mudança tão radical que  meu olhar ficou mais bonito, meu passado foi esquecido instantaneamente, levantei-me do chão na qual eu estava em prantos com minhas lágrimas totalmente enxutas embora meu rosto estava pingando e com meu ser fortalecido e regenerado e com uma imensa vontade de gritar para o mundo que a partir daquele momento eu era feliz e em meu ser havia uma alegria seguida de um refrigério na alma que as mais belas palavras não se comparavam ao que sentia. Aquele dia foi o  meu encontro com meu Senhor que eu nem sabia o que era, mas vivi e vivo até hoje lutando para nunca mais perde-Lo e ser serva eternamente do meu Pai que me amou mesmo quando eu não O merecia.

Apos esse dia eu me tornei uma pessoa que nunca mais voltei a ser o que eu era, tudo de ruim que carregava dentro de mim, morreu, passei a ser pura, uma coisa que eu nunca pensei que teria dentro de mim, pureza, sinceridade e humildade!

Agora eu quero falar de como foi que consegui chegar até esse dia, e o porque Deus me concedeu o Espírito Dele, e o que eu abri mão para me tornar o que sou hoje, Filha e serva de um Deus que escolhe aqueles que o mundo exclui e a sociedade abomina, para glorificar o nome Dele.

Dou início a uma Série que chamarei de "MORRER PARA NASCER" só para aqueles que querem ser melhores para si mesma e para Deus e que estão cansado de serem o que são. Se esse não é o seu caso,   paciência, nem leia até o final.

Tudo começou quando estava no fundo do poço, depois de tantas atrocidades que cometi durante 28 anos da minha vida, me encontrava triste, vazia, tentando morrer e matar meu único filho porque eu era tudo o que a sociedade abominava(veja um resumo de quem eu era neste link - MEU TESTEMUNHO).

Resolvi, numa tarde solitária ir até a Universal, chegando a porta, certifiquei-me se tinha algum conhecido olhando e entrei rapidamente porque não queria ser vista ali, tinha vergonha e carregava um orgulho dentro de mim, porque minha mãe sempre me chamava e eu não queria que ela soubesse que tinha me rendido as palavras dela, para mim era uma humilhação eu ir para Universal, não queria que minha mãe soubesse que ela tinha razão.
Vestia um vestido jeans, sandálias de couro e uma bolsinha de couro transpassada. Sentei-me na quinta fileira e ali derramei todas as minha dores em lágrimas, sem olhar para o pastor que pregava no Altar porque não tinha forças para isso, era como se meu rosto estivesse preso e fixo em uma única direção, meus pensamentos só me levavam para lembranças que reforçava o quão medíocre e desprezível eu era e de que eu nunca mais teria jeito e de como eu estava perdida. Mas, no fundo do meu ser, uma voz bem fraquinha parecendo não queria chamar a atenção, falou três palavras, " Você tem valor", terminando o culto sai dali, diferente, leve mas sem assumir nenhum compromisso com Deus, ainda achando que eu nunca conseguiria ser uma pessoa melhor.

Ao chegar em casa, eu não consegui esquecer aquelas palavras, "você tem valor". Quando lembrei no dia seguinte dessas palavras, sai correndo e voltei para Universal novamente, aquela frase foi se fortalecendo, dentro de mim. E assim fiz durante uma semana, ia aos cultos, sem me preocupar em assumir nenhum compromisso. Numa bela noite me entreguei aquela frase trazendo para mim -"aqui eu tenho valor" O Pastor cantava um hino, junto com aquele hino me entreguei para Jesus, fazendo dele minha oração: Ajuda-me senhor, eu quero permanecer contigo até o fim...... Nesse momento gritei porque eu sentia Deus muito longe de mim, gritei ao ponto de incomodar as pessoas que estavam sentadas a minha frente, mas ali a minha alma gritava, eu expressava o tamanho do desejo que tinha de estar com Jesus até o fim custe o que custar, eu ainda não entendia o que tinha que fazer para ser de Deus e nem o preço que tinha que pagar, mas havia uma certeza tão grande que não seria fácil que me submeti a permanecer até o fim custe o que custar.

Dai em diante, assumi um compromisso com Deus, e o diabo viu, e logo tratou em  frustar meus sonhos de me tornar uma mulher de caráter e o plano de Jesus em salvar minha alma, a minha vida que era "quase perfeita" virou um inferno.

No Próximo post estarei relatando o que aconteceu comigo, mas quero dizer que não foi fácil, e lembre-se, se para você está difícil, EU VENCI, VOCÊ TAMBÉM VAI VENCER!

Guarde essas quatro palavrinhas contigo:
RENUNCIA 
HUMILDADE
SINCERIDADE
PERSEVERANÇA 

Aracele, na fé de ser melhor para Deus dia após dia.....

Nenhum comentário:

Postar um comentário